História do Brasil

A Consolidação da Independência

Curta Nossa Página

A Consolidação da Independência – Brasil Colônia

A independência do Brasil necessitava do reconhecimento externo, em especial por parte daqueles países em destaque na época, pois o Brasil independente necessitaria manter relações diplomáticas e econômicas com o exterior.

Os primeiros a reconhecerem a Independência do Brasil foram os Estados Unidos, em maio de 1824. A Inglaterra, embora informalmente já aceitasse o novo império, não querendo desagradar a Portugal, conteve-se, mas procurou pressionar o antigo aliado nessa direção. Na realidade, ela temia ver sua influência substituída pela de outros países, já que interessava-lhe renovar o tratado de comércio de 1810.

Somente em 29 de agosto de 1825 a antiga metrópole reconheceu a independência de sua ex-colônia, mediante o pagamento de uma indenização de 2 milhões de libras, por meio de um empréstimo à Inglaterra. Outra cláusula estipulava que o Brasil não aceitaria a união com qualquer colônia portuguesa da África, uma vez que em Angola havia manifestações de adesão a Independência. Ao reconhecimento português, seguiu-se logo o da Inglaterra, da França, da Áustria, da Santa Sé e das demais potências europeias.

A manutenção do regime monárquico e o domínio brasileiro na Cisplatina, ferindo os princípios de libertação da América, fizeram com que os países sul-americanos não reconhecessem a independência brasileira.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar