História do Brasil

A Guerra de Canudos

Curta Nossa Página

A Guerra de Canudos – Brasil República

Prudente de Morais foi o primeiro presidente civil, paulista, teve de finalizar a tarefa de consolidação da república e de e de pacificação do país, em meio à oposição de florianistas e jacobinos.

Durante o governo de Prudente de Morais (1894/1898), ocorreu no sertão da Bahia um dos maiores levantes populares de toda a história do Brasil que foi a Guerra de Canudos.

Canudos era uma região que desde 1893 passara a abrigar milhares de pessoas que não encontravam lugar para trabalhar nos latifúndios.

No Nordeste a situação era caótica pois milhares de pequenos proprietários de terras, perdiam suas propriedades para os latifundiários, passando a viver na miséria.

E foi assim que Antônio Vicente Mendes Maciel, que vindo de uma família que também perdeu suas terras, passou a liderar a comunidade de Belo Monte. Tratava-se de uma comunidade que vivia de colheitas, criação de gado e do comércio com divisão de terras iguais para todos os moradores de Canudos que era de uns 30 mil moradores. Essa organização atraiu famílias de várias regiões e de outros estados que foram em grande quantidade para a região.

Antônio Conselheiro como ficou conhecido exercia grande influência religiosa por onde passava e as suas pregações fizeram com que muitas pessoas o seguissem para Canudos. Mas a isso começou a incomodar a Igreja Católica que já havia proibido Antônio Conselheiro de fazer suas pregações há alguns anos em outros lugares. A organização de Canudos juntamente com a fama que ganhava, desagradava não apenas à Igreja, mas também aos latifundiários e comerciantes que viam seus trabalhadores abandonarem seus empregos para viver em Canudos.

A situação ficou pior depois que os canudos passaram a exigir do governo mais terras para sua sobrevivência.

Várias batalhas se sucederam e tropas mandadas à região para conter a revolta sofreram grandes perdas, só que no final de 1897, foram enviados mais de 5.000 homens à região que, em menos de um mês destruíram por completo a comunidade de Canudos e toda a população de 30 mil pessoas foi dizimada só sobreviveram menos de uma centena e as 5 mil casas foram totalmente destruídas.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios